Buscar
  • Kleber Del Claro

Na "New Scientist" - Como nos tornamos o centro da pandemia mundial do novo coronavírus.


Uma das revistas e sites mais importantes de divulgação científica no mundo, com amplo alcance na Europa toda. Todo cientista quer ver uma matéria na "NewScientist" sobre suas pesquisas, seu trabalho. Já tive essa alegria, mas hoje tenho essa tristeza. A revista em sua página de saúde aponta os erros que tornaram a América do Sul e em especial (veja a foto de capa), o Brasil, como novo centro mundial da pandemia do coronavírus.

Um levantamento feito pela revista destaca que na América do Sul já são mais de 1 milhão de infectados oficiais e mais de 60 mil vidas perdidas oficialmente, a enorme maioria delas em um só país, o Brasil.

"Se a América do Sul é o novo centro do vírus, o Brasil é seu principal campo de batalha. O paciente zero do país, um homem que retornou da Itália para São Paulo, deu positivo em 25 de fevereiro. Em 7 de junho, o Brasil representava 672.846 dos 1.119.575 casos relatados de covid-19 e quase 74% das mortes na região."

A revista ainda apresenta com grade destaque uma chamada de meio de página:

" SÃO ESPERADAS NO BRASIL 125 MIL MORTES ATÉ A PRIMEIRA SEMANA DE AGOSTO" - em dados oficiais.

O artigo destaca a entrada da doença por São Paulo e seu caminho rumo ao interior, causando enorme estrago nas comunidades amazônicas, inclusive em outros país da região como o Peru, atingindo o coração das comunidades indígenas.

Um ponto de muito destaque no trecho e que aponta para as razões de tão grave desastre no combate à pandemia é revelado a partir do trecho:


"Quanto à posição do Brasil como o país com o segundo maior número de casos confirmados - atrás apenas dos EUA -, há apenas uma razão para isso, segundo Paulo Lotufo, da Universidade de São Paulo: o presidente do país. “[Jair] Bolsonaro é responsável por tudo”.


A revista retrata o descaso do presidente com a doença, chamando de "gripezinha", a recomendação do uso inadequado de cloroquina e seu comportamento inadequado, repetitivamente. A revista atribui a esse comportamento o maior número de mortes e a demora na retomada da economia.

Mas a NewScientist vai além e mostra problemas graves também no Peru e Chile, países cujas curvas superam as piores da Europa e mesmo a dos Estados Unidos em números proporcionais.

Falta de hospitais, falta de equipamentos, economias fracas e países com desordem administrativa, ação negacionista, ignorância científica, e demora ou a não tomada de atitudes básicas e essenciais no controle da epidemia são tidas como as principais razões para a expansão da doença na região.


Leia mais: https://www.newscientist.com/article/mg24632863-300-how-south-america-became-the-new-centre-of-the-coronavirus-pandemic/#ixzz6OzygGwd4

158 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com