Buscar
  • Kleber Del Claro

A Vantagem dos Gordinhos! Em algumas libélulas os maiores e mais gordinhos deixam mais filhos.


Por Fernando Annco Valdivia - autor


Na ecologia, comportamento é a reação de um animal perante os estímulos ambientais, assim cada espécie tem seus padrões comportamentais e peculiaridades. Dessa forma, muitos animais apresentam comportamentos relacionados à defesa do território contra invasores, nesses casos, são os machos quem geralmente estão envolvidos em comportamentos agressivos para defenderem e, consequentemente monopolizarem esses espaços. Para isso, eles fazem uso de um comportamento denominado “display, caracterizado como exibição da forma física ou ação estereotipada que são dirigidas ao invasor, como sinalização de comunicação.


No estudo intitulado “Differences in size and energy content affect the territorial status and mating success of a neotropical dragonfly” foram descritas a frequência dos comportamentos dos machos da libélula Zenithoptera lanei, e mostrado como o tamanho do corpo, o teor de gordura corporal, a cor da asa e as disputas entre esses machos estão envolvidas na defesa do território e no comportamento reprodutivo. Para isso, machos de Zenithoptera lanei foram coletados com um puçá, marcados com tinta atóxica no tórax, liberados e posteriormente observados para registrar o seu comportamento.


Após as observações comportamentais, os machos foram recapturados e levados ao laboratório, onde foram feitas as medições de gordura e do tamanho do corpo. Em seguida, para avaliar como a coloração das asas influenciam no comportamento territorial e reprodutivo, machos – que não participaram do teste comportamental - e fêmeas foram escolhidos aleatoriamente de seus ambientes e tiveram a parte dorsal de suas asas pintadas, em alguns grupos a pintura se dava de forma total e em outros, parcial. Adiante, esses animais foram apresentados para outros machos territoriais a fim de serem analisadas as respostas comportamentais exibidas somente por estes - agressiva ou sexual, neste caso, tentativa de copulação.


Os resultados mostraram que os machos que venceram as disputas pelo território apresentavam tamanho corporal maior e elevado teor de gordura no tórax em comparação aos que perderam, corroborando a relação existente entre o tamanho do corpo do animal e a possibilidade de ganhar as disputas territoriais. Nesse contexto, a gordura corporal desempenharia um papel energético para os machos durante o combate pelo território.


Com relação ao comportamento, machos territoriais mostraram maior frequência comportamentos agressivos como perseguição a outros machos e a exibição da coloração azul na parte dorsal das asas caracterizando o comportamento definido como “display”. Mostrando assim, que a coloração em machos age como indicador de qualidade entre os sexos, em que o macho territorial, ao exibir frequentemente suas asas, demonstra suas qualidades ao macho invasor como forma de o impedir de invadir seu território, e ser atrativo para a fêmea.


Differences in size and energy content affect the territorial status and mating success of a neotropical dragonfly

Austral Ecology 2020 doi:10.1111/aec.12891 FERNANDO GERONIMO ANCCO VALDIVIA, ESTEVAO ALVES-SILVA AND KLEBER DEL-CLARO

doi:10.1111/aec.12891



125 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com