Buscar
  • Por Kleber Del Claro

Morcegos vampiros ajudam a desvendar o mistério do olfato dos mamíferos


Está na Nature* - Foto de Sean Werle

É caro e não é fácil, mas pesquisadores estão conseguindo um jeito barato e altamente comparativo de estudarmos a percepção do olfato de modo eficiente nos mamíferos.

"O genoma humano tem cerca de 400 genes receptores olfativos, enquanto o genoma do elefante tem mais de 1200. Isso significa que os elefantes cheiram três vezes melhor que nós? Descobrir o que essas diferenças significam requerer contagens confiáveis ​​do número de repertórios de receptores olfativos no genoma. Como se vê, isso não é simples. Os receptores olfativos são codificados por genes que evoluem pela duplicação de genes, nos quais um único gene se replica várias vezes e acumula diferentes alterações ao longo do tempo, mas ainda mantém um padrão semelhante de "receptor olfativo". Devido a esse mecanismo genético, as sequências gênicas olfativas são altamente semelhantes entre si e receptores semelhantes tendem a estar próximos um do outro no genoma. A semelhança e a redundância tornam desafiador e caro sequenciar genes que evoluem por duplicação de genes, mas isso é duplamente válido para os receptores olfativos porque eles compreendem a maior família de genes do genoma dos mamíferos, incluindo a nossa. Lançado hoje em Molecular Ecology Resources, Yohe, et al. (2019) mediram o quão difícil o seqüenciamento de receptores olfativos pode ser e encontraram uma maneira econômica de fazer isso....Além de mostrar uma maneira econômica de sequenciar receptores olfativos em mamíferos, os autores advogam a comparação de seqüências compartilhadas entre espécies para entender melhor a evolução das duplicações de genes. Embora os estudos comparem frequentemente o número de receptores, o exame de alterações na sequência e sua localização em receptores duplicados pode ser mais informativo, e isso agora é possível para muitas outras espécies, graças à abordagem desenvolvida por Yohe, et al. (2019)." Liliana M. Davalos

Yohe, L. R., Davies, K. T., Simmons, N. B., Sears, K. E., Dumont, E. R., Rossiter, S. J. and Dávalos, L. M. (2019), Evaluating the performance of targeted sequence capture, RNA‐Seq, and degenerate‐primer PCR cloning for sequencing the largest mammalian multigene family. Mol Ecol Resour. Accepted Author Manuscript. doi:10.1111/1755-0998.13093

* https://natureecoevocommunity.nature.com/users/25147-liliana-m-davalos/posts/53511-vampire-bats-help-unravel-mystery-of-mammalian-sense-of-smell?utm_source=newsletter_mailer&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter


29 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com