Buscar
  • Marcelo José Pereira

Uso racional da energia elétrica e o papel das Instituições de Ensino Superior (IES) no cenário ener


A sociedade tem presenciado um avanço tecnológico intenso desde a Revolução Industrial e que se acentuou no final da década de 1990 e início dos anos 2000 e tem se mantido em níveis elevados.

Este avanço tecnológico foi determinante para a fundamentação da energia elétrica como um bem de consumo essencial para as sociedades modernas, nas suas atividades e interconexões seja na área produtiva, tecnológica, intelectual ou recreativa. Neste sentido a preocupação deste estudo se volta ao aumento progressivo e acentuado do consumo e da demanda por eletricidade, assim, destaca-se o enfoque na eficiência energética, na busca por uma geração e utilização racionais, pautadas na qualidade ambiental.

A preocupação quanto à eficiência energética e os danos causados ao meio ambiente estão diretamente relacionados aos custos ambientais necessários para obtenção e utilização destas fontes de energia, quer seja pela exploração predatória de reservas, como o petróleo, carvão mineral entre outras, quer seja pela emissão de gases de efeito estufa (GEE). Na busca gradual pela diminuição da interferência antrópica no meio ambiente, a consolidação dos pressupostos do desenvolvimento sustentável e o avanço tecnológico, as fontes de energias alternativas/ renováveis tem se tornado imprescindíveis na busca pela diversificação da matriz energética mundial.

Neste cenário as Instituições de Ensino Superior (IES) desempenham papel relevante no contexto energético, principalmente sob o aspecto da utilização da energia elétrica, destacando sua função formadora, não apenas do ponto de vista técnico, mas considerando a formação de cidadãos conscientes e responsáveis para as questões sócio- econômico- ambientais. E complementarmente sob a perspectiva do planejamento e aplicação das questões inerentes à gestão energética, com o uso racional deste recurso, reduzindo assim os custos e o desperdício, e em cumprimento às normas que regulamentam a utilização de energia elétrica, tornando-se uma referência para a sociedade, alinhando seu discurso à suas práticas.

O estudo do comportamento temporal da demanda e do consumo de energia elétrica quer seja em escala macro (como para o país, estados ou cidades) ou escala micro (como para uma empresa ou uma instituição específica) se torna fundamental na tomada de decisões e nas mudanças de atitudes por parte de gestores e/ou consumidores.

MSc. Marcelo José Pereira

Técnico administrativo - Coordenador da Divisão de Fomento à Programas e Projetos

Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil

marcelojose@ufu.br

BRASIL. Ministério das Minas e Energia. Resenha Energética Brasileira 2018 ano base 2017, Brasília, DF, 2018.

Disponível em: http://www.eletronuclear.gov.br/Imprensa-e-Midias/Documents/Resenha%20Energ%C3%A9tica%202018%20-MME.pdf. Acesso em: 17 dez. 2018.


169 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com