Buscar
  • Kleber Del Claro

Mães que se deixam comer pelos filhos: Matrifagia - uma


Imagine uma mãe com seus filhos, um monte deles, passando fome! Não há nada o que comer. Ela procura durante dias e dias e nada. Ela tem então que tomar uma decisão muito dura:

Devorar seus próprios filhos (canibalismo)?

Os abandonar e permitir que se devorem (canibalismo)?

Ou se doar como comida a eles (matrifagia)?

Nós estudamos esse caso com um pequeno pseudoescorpião tropical em 2005. Estudo que publicamos no Journal of Arachnology.

Descobrimos que nessa espécies de aracnídeos social, que vivem juntos, caçam e alimentam seus filhotes, que se uma fêmea e sua ninhada ficarem isolados e sem comida, as três alternativas anteriores podem ocorrer.

As duas primeiras ocorrem com fêmeas mais jovens e que podem tentar uma nova reprodução no ano seguinte. Mas a matrifagia, ocorre com fêmeas mais velhas, para as quais, talvez essa seja uma última oportunidade de deixar descendentes. Assim, a fêmea se entrega (esquema acima), como alimento aos filhotes (figura abaixo), evitando que eles façam canibalismo entre si. Com essa atitude da mãe, os filhotes recebem um enorme suprimento nutricional, que lhes dá muitas semanas adicionais de vida. Eles passam a viver a caçar juntos e formam uma nova e forte colônia com o passar do tempo.

Estudos como esse são importantíssimos para nossa compreensão dos estágios primordiais da socialidade. pesquisa básica que constrói os alicerces das pesquisas aplicadas.

A Ciência que nós fazemos


407 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com