Buscar
  • Marcos Lima de Oliveira

Besouros também podem ser polinizadores?


Besouro Chauliognathus fallax (Foto Kleber Del-Claro)

Isso mesmo! Embora as abelhas sejam os insetos mais conhecidos como agentes da polinização, besouros também podem atuar na transferência de grãos de pólen. Em um estudo recente, cientistas brasileiros descobriram que besouros são os principais polinizadores do Araticum-liso do Cerrado (Costa et al. 2017).

Nesse sistema, os besouros são atraídos para as flores através da emissão de um forte odor no período noturno, parecido com o cheiro da massa de pão quando está crescendo, liberado após a abertura da flor. Os besouros chegam até a árvore com um voo em zig-zag, eles encontram a flor e forçam sua entrada por entre as pétalas, onde há partes comestíveis. Ali também existem as anteras que liberam os grãos de pólen (onde o gameta masculino está guardado). Como o corpo do besouro tem muitos pelos, o pólen vai ficar aderido ali e o corpo do besouro logo estará coberto de grãos de pólen. Após várias horas, quando a flor cai, os besouros procuram uma nova flor para se alimentar, esconder de predadores e encontrar algum parceiro sexual. É nesse momento de troca de flor que ocorre o processo de polinização dessa flor típica do Cerrado: o besouro traz em seu corpo o pólen de outra flor. Os besouros ficam bem alimentados na flor, onde podem copular.

Depois disso, as fêmeas podem ir para o solo depositar seus ovos. Cada ovo dá origem a uma larva que cresce comendo detritos ou raízes e matéria orgânica no solo. A larva bem nutrida se transforma em pupa, que depois se transforma num besouro adulto, e o ciclo de polinização pode se iniciar mais uma vez!

Estudos como esse mostram como o ciclo de vida de uma planta e um inseto estão ligados entre si. Mostra também mais um caso onde nós, seres humanos, somos dependentes da ação dos polinizadores para garantir nosso alimento, como o fruto do Araticum-liso, assim como a matéria-prima para a construção de diversos objetos de madeira ou fibras que utilizamos em nosso dia a dia.

O processo de polinização é fundamental para a reprodução das plantas, o qual influencia diretamente nossas vidas. Portanto, é necessário que toda a população se sensibilize para a conservação dos nossos polinizadores.

Vejam o artigo completo:

Costa MS, Silva RJ, Paulino-Neto HF, Pereira MJB. (2017). Beetle pollination and flowering rhythm of Annona coriacea Mart. (Annonaceae) in Brazilian Cerrado: Behavioral features of its principal pollinators. PLoS ONE 12 (2): e0171092.doi:10.1371/journal.pone.0171092

Polinizadores de Annona coriacea: Arriguttia brevissima

com o corpo coberto de pólen.

Foto: Costa MS, Silva RJ, Paulino-Neto HF, Pereira MJ.


394 visualizações
SOBRE NÓS

A Comunidade dos

Cientístas Livre Pensadores

Trabalhando pela divulgação e popularização da Ciência!

LOCALIZAÇÃO

(34) 

38411-212

cienciaqnf@gmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

© Kleber Del Claro & Co. Orgulhosamente criado com Wix.com